Follow by Email

Mais uma semana

Ainda não foi dessa vez. O senador recém diplomado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE/PB), Cássio Cunha Lima (PSDB), até veio ao Plenário do Senado Federal, na tarde da quarta-feira, 26, mas voltou sem tomar posse. Isto porque, em reunião com o presidente do Congresso, senador José Sarney, ficou determinado que Cunha Lima somente será empossado em 07 de novembro.

No entanto, Cássio disse que o cumprimento da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) representa a “soberania do voto popular” e considerou a medida de Sarney “apenas uma cautela, para que se cumpra um prazo de manifestação de Wilson Santiago (PMDB)”.

Foto: Cadu Gomes
Ele voltou a afirmar que não teve o mandato perdido por corrupção e prometeu fazer uma oposição de resultados, acompanhando e fiscalizando os atos do Poder Executivo, sempre em benefício da sociedade. “Fui prefeito, deputado, governador e não tive uma imputação de débito. Mais do que uma ficha limpa, eu tenho uma vida limpa” – declarou.

Em Brasília, a expectativa não era apenas de Cássio. O governador Ricardo Coutinho, o vice-governador Rômulo Gouveia, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro e outros políticos paraibanos esperavam sair da cerimônia de posse da ministra do Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes, diretamente para a posse de Cunha Lima, no entanto, terão de esperar mais uma semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário