Follow by Email

Não chore…

Foto: Elaine Silva -
Vista da Pedra da Gávea/RJ
Às vezes relutamos por tudo. Até mesmo, em abandonar algo que julgamos ser o melhor para nós. E pode até ser. Por um momento. E momentos passam. Acontece que a vida é longa, mas nossa visão é muito curta. Não sabemos o que ocorrerá conosco daqui a trinta segundos. Você já parou para pensar em quantas mulheres sofrem mundo afora, ao lado de pessoas que julgavam ser o amor de suas vidas e hoje se vêem presas a uma situação devastadora, sem poderem mais se desvencilhar? Quem sabe, até tenham sido avisadas, aconselhadas, mas teimado. O Dono de todas as coisas sempre tem o melhor para nós, mas insistimos em querer apenas o que está diante dos nossos olhos. 

“O futuro a Deus pertence”. Não é esse o ditado? Eu concordo. Mas recolocaria as palavras: “O nosso futuro deve ser entregue completamente nas mãos do Senhor”. Às vezes, nossa história está sendo escrita com letras de ouro, mas nós vamos lá, usamos uma borrachinha e a refazemos com lápis comum e garranchos. Por mais que queiramos algo que insiste em não ficar, por mais difícil e doloroso, é necessário deixar. O que parece ser perda agora, pode ser o início de um grande avanço. Digo isso por experiência: A partida daquele que não merece o nosso amor é apenas a liberação da porta de entrada para quem vai permanecer para sempre…

Nenhum comentário:

Postar um comentário